Chegaram as plantas: toca a plantar!

Artigo pertence a: A varanda

Finalmente é altura de plantar na Horta Urtiga e por aqui há uma grande festa.

Esta semana o tempo não esteve nada famoso, houve bastante chuva e noites de 7 graus, mas mesmo assim vou optar por plantar. Acredito que o tempo agora vai começar a ficar mais quente.

Acho que o ano passado plantei as coisas mais tarde, mas não a certeza e essa é uma das razões pelas quais criei este espaço. Para o ano basta consultar este artigo para ter a certeza ☺.

As plantas

Como tinha dito na semana anterior, optei por ir a uma feira aqui perto de minha casa comprar umas mudas para colocar nas caixas de cultivo. Sei que é mais interessante ver as sementes crescerem mas isso fica para outra oportunidade. Para já, limito-me a semear alfaces e rúcula.

As plantas que acabei por comprar, foram:

  • 4 tomateiros cherry.
  • 3 pimenteiros vermelhos.
  • 1 pimenteiro amarelo.
  • 1 pimenteiro padrón.
  • 1 pimenteiro branco. Nem sabia que existia, foi oferta.
  • 1 alface. Foi oferta.
  • 2 Courgette.

Preparação final das caixas

A seguir a ter as caixas  cobertas com substrato, processo que fizemos a semana passada, é necessário decidir o que se vai plantar na caixa e de que forma os legumes ficarão distribuídos. Se se colocar apenas uma planta, o fertilizante fica normalmente numa faixa do lado oposto à planta; se se colocar plantas aos pares coloca-se a faixa de fertilizante no meio e os legumes em lados opostos.

Coloco de seguida algumas imagens de como coloquei o fertilizante. Há caixas com fertilizante azul e outras com fertilizante castanho, um é químico e outro é orgânico, isto acontece porque estou a fazer a experiência de cultivar com um tipo ou outro de fertilizante.

Depois do fertilizante coloco um saco plástico por cima. O objetivo é diminuir a evaporação de água ao mesmo tempo que evito o aparecimento de ervas daninhas e que a água da chuva encharque o fertilizante tornando-o excessivo para as plantas. O ideal é a faixa do fertilizante criar um pequeno monte para que a agua escorra para as laterais.

Tem em atenção que esta parte podia ter sido feita também a semana passada. Só desfasei uma semana por me ter dado mais jeito e para permitir que o substrato absorvesse alguma agua da chuva.

Plantar as plantas

Para plantar as plantas faço furos no plástico, exatamente no local em que pretendo colocar as plantas e tendo sempre em mente onde coloquei a faixa de fertilizante para afastar as plantas o máximo possível. As raízes das plantas vão-se aproximando do fertilizante de acordo com as necessidades de nutrientes da planta.

Tem em atenção que os tomateiros devem ser plantados até às primeiras folhas e tudo o resto até ao nível de terra das mudas. Isto acontece porque o caule do tomateiro, em contacto com o solo, cria novas raízes. Quanto mais raízes, melhor. As outras plantas, se tiverem o caule enterrado, apodrecem nesse sítio.

Depois de plantar as plantas é só regar um pouco no sitio em que a planta entrou em contacto com o substrato para uniformizar o solo e, a partir daí, todas as regas serão feitas por baixo, através do reservatório de água. O substrato tratará de absorver água à medida que for sendo necessária e as plantas têm sempre toda a água que precisam.

A horta urtiga ficou assim:

A horta urtiga está pronta para mais uma temporada. Vamos ver como corre a próxima semana e se o tempo vai ser nosso amigo.